terça-feira, 1 de setembro de 2015

A Mar foi à Córsega!


Olá Setembro! Estou de volta!

Fui à Córsega! Aliás, fomos à Córsega, a minha família e eu. Comprámos um guia, pegámos no carro e fomos em modo roadtrip atravessando Espanha e França até chegar a Nice, onde embarcámos (mais o carro) no Corsica Ferry.
Passadas cinco horas, desembarcámos no Port de L'Íle Rousse e iniciámos a nossa descoberta a esta ilha a que chamam de Ilha de Beleza.

A primeira noite foi passada na região de Filosorma, uma das mais bonitas. Acordei com vista para uma praia paradisíaca que parecia ter sido reservada só para nós. Rumámos para Sul da ilha, passámos por paisagens áridas, pedras de tons cor de rosa acompanhadas por um verde que parecia ter filtros do instragram.

O nosso destino foi Ajaccio uma das capitais da Córsega, onde passámos dois dias. Uma cidade muito movimentada envolvida por um mar azul turquesa que até faz doer os olhos. Pontos altos desta cidade são sem dúvida: a zona de praias e as Ilhas Sanguinárias.

Next stop: Bonifacio. A cidade mais a Sul da ilha, onde as pessoas vivem literalmente em cima de um rochedo. Se algum dia forem a Bonifacio, a vossa visita apenas será completa se fizerem um passeio de barco e comerem as célebres "Moules Frites" (mexilhão com batatas fritas) no porto.

Não poderíamos ter ido à Córsega sem ir à Baía mais fotografada da ilha. A Baía de Rondinara com o seu mar chão de um azul que nos faz tirar os óculos de sol. Se a visitarem, convém que chegem cedo, pois perto das horas de mais calor a areia fica coberta de turistas.

Rumo ao Norte da ilha, passámos por Porto Vecchio - o sítio mais in da ilha. Uma citadela onde a  influência arquitétonica de índole italiana é notória. Não é das melhores vistas da ilha, mas é definitivamente um must go.

Chegámos à parte Norte da ilha e visitámos Bastia, uma cidade que albergou o autor do nosso querido Princepezinho, Antoine de Saint-Exupéry. Em Bastia, almoçei uma pizza (em toda a ilha a gastronomia é muito similiar à italiana) com a melhor vista de sempre no alto da citadela. Nessa noite, ficámos alojados nas redondezas da cidade, numa vila chamada Marine do Miomo, sem dúvida um dos meus sítios preferidos pela perfeita simbiose entre a paisagem montanhosa e costeira.

Estamos quase de partida, mas ainda passámos pelo ponto mais a Norte da ilha na região do Cap Corse (Cabo da Córsega).  A região conta também com uma paisagem muito distinta envolvida por rochas que dão a sensação de deserto total. Passámos a última noite em Calvi, um dos melhores sítios para sair à noite. Esta cidade foi a mais animada que visitámos e com a maior percentagem de jovens na rua.

Termino a escrever que a Córsega foi um dos sítios mais bonitos que já visitei e que vale muito a pena. E as vossas férias, foram boas?

Bisous,
Marina Véronique*
Nice, França

Costa Azul, França - Vista do Ferrie



Bandeira da Córsega


Galéria - Região de Filosorma



Praia de Porto de Ota

Cargése

Ajaccio - Ilhas Sanguinárias

Porto de Bonifacio

Moules Frites

Bonifacio

Porto de Bastia

Almoço na citadela de Bastia

Cap Corse


Deserto da Córsega






segunda-feira, 20 de julho de 2015

Mar de férias


Tenho estado ausente. É estranho estar "de férias" e sentir que tenho menos tempo do que tinha quando trabalhava todos os dias das 9h00 às 18h00. Talvez até tenha lógica, viver das 13h00 até de madrugada parece mais curto e mais intenso do que das 6h00 às 00h00.

Toda a rapariga que se encontra de férias por um período superior a 5 dias passa (obrigatoriamente) por estas fases:

Pajamas all day;
2ª Obcecada pelo bronze;
3ª Maratonas de filmes e séries (sem ver a luz do dia);
4ª Rainha da noite;
5ª Saldos e mais saldos;
6ª Turista profissional;
7ª Perfeitamente adaptada ao fare niente;
8ª Farta.

Felizmente ainda não cheguei à última fase. Tenho estado a aproveitar este tempo para descansar à séria... O ano passado não tive férias, por isso este ano estou mesmo a "tirar a barriga de misérias". Tenho dormido tanto que às vezes até fico asustada  quando acordo e penso: "como assim dormi 14 horas?". Aquela sensação de não ter despertador ligado no dia seguinte e de acordar quando já tinhas trabalhado meio dia e estavas na tua hora de almoço é paradoxal. Parece que estás a "perder vida", mas sabe bem. É a vida diria, sempre paradoxal.

Defendo que quando estamos de férias devemos deixar de nos reger pela organização milimétrica e pelas regras que imperam sobre o nosso dia  "na vida ativa". Por outro lado, não consigo deixar de escrever na minha agenda todos os planos que tenho, mesmo os de última hora. Será que o ser humano precisa sempre de uma organização qualquer para se sentir minimamente estável e seguro? Ou sou apenas eu, e nem as férias me conseguem curar de querer sempre saber onde piso, tendo a constante necessidade de sentir que tenho o total controlo sobre a minha vida?

Senti saudades de escrever. Vou dando notícias.

Bisous,
Marina Véronique*



segunda-feira, 1 de junho de 2015

Jumpsuit Addicted

1 macacão, 2 macacões, 3 macacões...

O macacão é aquela peça maravilha que faz um outfit (quase) sem precisar de mais nada.
Vou confessar que é (quase) impossível que eu veja um macacão numa loja sem dizer: "epá, que lindo", depois perguntar à minha carteira se podemos comprar é que (às vezes) é outra conversa...
Pensando bem, só há uma coisa que me chateia imenso nos macacões, mas que mesmo assim não me impede de comprá-los...É o factor "casa de banho"! É horrível ter de me despir cada vez que vou à casa de banho, mas como a minha mãe sempre me disse "tens de sofrer para ser bela".

Deixando os meus devaneios consumistas e as piadolas de segunda, o macacão é mais um must have deste verão. Como os modelos são mais fluídos, os macacões são facilmente adaptáveis às nossas curvas, o que é uma excelente notícia para esconder gordurinhas localizadas.
É importante sublinhar que o que o torna um must have é a sua versatilidade (deve ser a palavra mais usada no meu blog). Um must have tem mesmo de ser  versátil, não pode ser uma peça que vamos usar uma vez na vida só para uma ocasião. Felizmente há macacões para todas as ocasiões, desde os super elegantes que se podem levar a casamentos, aos mais curtinhos para usar no Outjazz numa tarde de sol.

O que acham da minha mais recente aquisição? Levei-o a um batizado com um salto alto e um blazer branco e ficou top :)

Bisous,
Marina Véronique*





quinta-feira, 7 de maio de 2015

Welcome Quimonos 2015!


Quimonos, quimonos e mais quimonos! 
Os quimonos invadiram as nossas lojas preferidas e vieram para ficar! A sua versatilidade e a multiplicidade de padrões fazem desta peça um must have primavera-verão 2015. Dentro do estilo boho chic com uma vertente mais étnica tornam o outfit mais elegante e "compostinho". Por outro lado, são igualmente um excelente complemento para um top básico e umas jeans.
Mais curtos ou mais compridos, manga curta ou a 3/4, o quimono tem a vantagem de ser fluído o que é uma boa notícia para quem não tem um 80-60-80 ;) Outra boa notícia é que podem encontrá-los a preços acessíveis em quase todas as lojas de pronto-a-vestir.

Eu já tenho três e vocês já escolheram a vossa colecção preferida?

Bisous,
Marina Véronique*







quarta-feira, 22 de abril de 2015

Black and White

Segundo fontes seguras, há uma tendência que nunca deixou de ser tendência. A minha avó sempre me disse: "filha, vais sempre bem de preto e branco", a minha mãe corrobora e eu aprovo. Portanto, há três gerações (pelo menos) que o look black and white está na moda! Felizes as nossas carteiras porque, regra geral, todas nós temos preto e branco no nosso armário.
No que diz respeito às duas cores em separado, também não estão ultrapassadas. Todas sabemos que o preto é uma cor indispensável no guarda roupa de uma mulher. É uma cor que favorece a silhueta, é elegante e fica  (quase) sempre bem (tirando naqueles dias de calor insuportável). Para mim, há 5 peças pretas básicas que todas nós devemos ter no nosso armário: um vestido preto, umas calças pretas, um blazer preto, uma mala preta e umas sabrinas pretas. São 5 must have de qualquer guarda roupa porque podem conjugar-se com TUDO e ficam bem a todas as morfologias!
Já o branco é uma cor mais fresca por isso, mais comum em estações quentes, fica super bem com a pele já um pouco bronzeada. O total look white é também uma boa aposta para esta Primavera/Verão, mas atenção que não fica bem a todas as morfologias. Ao contrário do preto que até disfarça as pequenas gorduras localizadas, o branco como é uma cor que atraí a luminosidade, até as realça mais. Por isso, caso tenha barriguinha ou pernas mais largas é de evitar calças brancas e vestidos brancos muito justos. Deve optar por peças mais fluídas, como vestidos compridos que caem a direito, tops de renda que se assemelham a ponchos e "dão um ar" étnico e trendy.
Relativamente ao meu look de hoje, optei por um top preto e branco às riscas. Riscas que também são uma tendência 2015! Como já começa a estar solinho, troquei o meu blazer preto pelo branco e estou com umas calças girlfriend ligeiramente rotas e umas sabrinas pretas.

Deixo-vos com uma foto da parte black and white do meu outfit de hoje :)

Bisous
Marina Véronique*





terça-feira, 31 de março de 2015

Zumba Fitness

O Verão aproxima-se a passos largos e com ele a nossa vontade de estar minimamente apresentável na praia. Mas infelizmente o "corpo de praia" não se consegue a dormir ou sentadinha no sofá (com muita pena minha) por isso, é preciso mexer-se!
Já pratiquei algumas modalidades desportivas, fiz ballet em pequena, dança contemporânea, dança africana, karaté e fui federada em voleibol. No entanto, confesso que sou um pouco preguiçosa, detesto correr e não tinha motivação nenhuma para me pôr num ginásio a fazer cardio sozinha. Por outro lado, preciso de fazer algo se este ano quiser ir à praia...
Resolvi este dilema através da Zumba! Nada melhor do que aliar a dança ao fitness para me fazer levantar do sofá. A Zumba tem imensas vantagens, para além de ser divertido, trabalha todos os músculos do corpo e como as aulas são em grupo há sempre boa disposição. Se tiverem um Ricardo a puxar por vocês como o meu grupo de Zumba tem, acreditem que saem das aulas "mais para lá do que para cá" mas o sorriso é garantido.

Bora lá Zumbar até ao Verão?
Bisous,
Marina Véronique*

quinta-feira, 26 de março de 2015

O calçado Primavera 2015


Já é Primavera!!!
Enfim, cá em Lisboa ainda estamos a viver num micro-clima de transição mas quando o sol saí já apetece ter os pés mais fresquinhos...
A grande tendência desta Primavera a nível de calçado são os ténis. Ténis everywhere...Sejam compensados, rasos, desportivos, whatever, desde que sejam ténis. Esta tendência vem acompanhar a do street wear e digamos que é bem prática e não "faz doer os pés". Podemos ser elegantes de ténis, temos é de saber conjugar o outfit. Quanto optamos por um calçado como os ténis temos de "cortar" com a parte prática. Podemos  conjugá-los com um top fluído, um blazer e umas jeans, por exemplo. Caso os ténis tenham algum tipo de padrão, convém optar por cores lisas no outfit. Lembrem-se sempre: less is more
Na semana passada fui à H&M da Baixa e rendi-me a estas slip on. A slip on estão muito em voga nesta estação e são super confortáveis, relembram os Vans numa versão mais chique. Existem em quase todas as cores, com padrões animais, geométricos ou floridos, lisos e até com textura.
Há ténis para todos os gostos, por isso não hesitem em dar descanso aos vossos pés, porque "ainda por cima" vai estar na moda ;D

Deixo-vos com as minhas slip on  :)

Bisous,
Marina Véronique*